O que a sua empresa está fazendo para atingir o segmento de consumidores mais poderoso do planeta? Afinal, as mulheres são responsáveis por 85% das decisões de compra no mundo. Mais do que tirarem o dinheiro do próprio bolso, elas têm o poder de influenciar o que os homens compram. Portanto, investir em ações e estratégias focadas nesse público, certamente, é um diferencial para qualquer negócio. Ainda mais aqui no Brasil, onde a inteligência em consumo feminino é incipiente. Poucas empresas de fato se deram conta dessa grande oportunidade de alavancar resultados em vendas, relacionamento e branding.

Mas o que é marketing feminino afinal? É a união de uma profunda compreensão dos valores, comportamentos e crenças femininas com as ferramentas, metodologias e estratégias de comunicação e marketing. A inteligência em consumo feminino, certamente, é uma nova abordagem que vem aos poucos conquistando o mercado.
Assim, para você que não quer ficar de fora dessa, selecionei oito dicas essenciais de como fazer marketing feminino com pouco dinheiro. Para não ter desculpa e começar já e ter as mulheres como aliadas estratégicas de sua empresa.

 Dica 1: Pare de ver as mulheres como um nicho

Elas são mais da metade da população brasileira e, adivinhem só: elas não só também compram cervejas, carros, produtos tecnológicos, como são elas que influenciam no processo de decisão de consumo dos homens. Portanto, é um grande erro apostar que elas são todas iguais e pensam ou se comportam da mesma maneira. É muito importante construir personas voltadas para o seu negócio. Se você está vendendo maquiagem, por exemplo, a sua persona não pode ser apenas “mulheres de 25 anos que compram maquiagem”. Ela precisa ser específica e realmente destrinchar os gostos e hábitos da pessoa que vai consumir o seu produto ou serviço.

Dica 2:  As mulheres estão mais interessadas nos benefícios dos produtos no que nas especificações técnicas

As mulheres estão mais interessadas em “o quê” do que no “por quê” de um produto ou serviço. É mais impactante dizer que “Este secador de cabelos vai secar mais rápido e tem diferentes temperaturas e velocidades o que facilita na hora de modelar”, do que “Este secador de cabelo conta com 2000W de potência, duas velocidades e três temperaturas. Watts e outras medidas comumente usadas para descrever tamanho não significam coisa alguma para a maioria das pessoas. Fale em termos práticos, ilustre com histórias.

Dica 3: Mulheres respondem a histórias pessoais e exemplos

Quer vender mais para o público feminino? Conte histórias que as façam se identificar com as soluções e benefícios que seu produto e/ou serviço oferece. Principalmente as histórias pessoais, com muitos exemplos, criam uma aproximação com elas e promovem engajamento. 

Dica 4: Converse com a sua cliente

Tem dúvidas de como o seu serviço ou produto tem impactado a vida das suas clientes? Convide suas 10 melhores consumidoras para fazer uma avaliação, realizar um feedback. Pode ser um encontro em um ambiente casual onde elas possam dizer o que pensam sobre os seus produtos e serviços. Escute-as, exponha as suas ideias e verifique a opinião delas, muitas vezes os clientes trazem oportunidades que só é possível mapear quando se estabelece um diálogo sincero.

Dica 5:  Planeje o conteúdo digital

As mulheres fazem mais pesquisas sobre um produto ou serviço antes de comprá-lo do que os homens e usam a internet para isso. No entanto, não é apenas jogar informações na internet, invista em desenvolver conteúdo criativo, com depoimentos, dicas de uso, benefícios, etc. Elas vão adorar.

Dica 6: Não pressione e ofereça muita informação

Focar na venda do produto ou serviço de forma insistente e não na necessidade da consumidora é um erro fatal que afugenta as mulheres.  Elas gostam de comprar e tem uma relação com o ato de consumir, buscam informações detalhadas para então decidir sobre a compra do produto e serviço. O vendedor deve agir como um amigo, um consultor para conquistar a cliente e vender mais.

Dica 7: Vá direto ao ponto

O que é importante para as mulheres em um produto? Qualidade, consistência, design, como ela economiza tempo, entre outras características. Mas o mais importante: qual o problema que o seu produto ou serviço “resolve” na vida da sua consumidora? Deixe muito claro os benefícios que entrega. E ofereça muita informação para ela poder decidir.

Dica 8: Mulher sempre quer algo a mais

As mulheres estão sempre buscando algo a mais para efetivar a compra de um produto ou serviço. Elas irão optar sempre por aquele que apresentar mais benefícios em relação ao custo. Portanto, ofereça o maior número de informações possíveis, ajude ela a comparar, dê mais detalhes, ofereça promoções atrativas e produtos/serviços melhores, pois dessa forma você chamará a atenção delas.

Estamos em um momento de mercado no qual ter um olhar feminino é, certamente, um diferencial competitivo. Como você pode ver nessas dicas, estabelecer uma comunicação focada em resultados com o público feminino vai muito além do pensar rosa. Pelo contrário, ter estratégias e planejamento são essenciais para sua empresa poder contar com o poder e a decisão feminina como aliada da sua lucratividade. Portanto, foque nas mulheres, no marketing feminino e comece já a superar a concorrência.